«

»

Nov 22

Imprimir Artigo

Volvo vai vender 24 mil veículos autónomos à Uber

Os veículos autónomos podem ainda não ser perfeitos mas, depois do programa inicial de testes, a Uber parece achar que já é tempo de trazer estes veículos para a estrada, anunciando a intenção de comprar 24 mil Volvos autónomos até 2021.

Embora ainda seja uma “gota no oceano” (para referência, só em Nova Iorque a Uber tem mais de 46 mil viaturas a operar), não deixa de ser um sinal significativo da aposta neste sector, e que tem o potencial para rapidamente evoluir de forma exponencial, à medida que obriga a reequacionar todo o sistema de transportes “públicos” e a própria necessidade de ter carro próprio – esta última, mais a longo prazo, pois ainda irá demorar algum tempo para que estes carros autónomos consigam aventurar-se em todo o tipo de estradas…

 

A Volvo Cars e a Uber assinaram recentemente um acordo com vista à aquisição, por parte da empresa norte americana, de dezenas de milhares de automóveis compatíveis com tecnologias de condução autónoma.

Estes automóveis deverão ser adquiridos entre 2019 e 2021 e irão utilizar a plataforma SPA – Scalable Product Architecture. Esta é uma das plataformas mais avançadas do mundo e tem vindo a ser utilizada pela marca sueca na produção dos seus mais recentes modelos da gama 90 e, mais recentemente, no novíssimo XC60.

Este acordo surge na sequência da parceria estratégica que a Volvo Cars e a Uber anunciaram em Agosto de 2016 e assinala um novo capítulo na convergência entre os fabricantes automóveis e as companhias tecnológicas sedeadas em Silicon Valley. “A indústria automóvel passa por um momento disruptivo devido à tecnologia. A Volvo Cars escolheu ser uma parte activa nessa disrupção. Queremos ser os parceiros de eleição dos serviços mundiais que incorporem condução autónoma. O acordo agora alcançado com a Uber é um exemplo da nossa direcção estratégica.” – Håkan Samuelsson – Presidente e CEO – Volvo Cars

Os engenheiros da Volvo Cars têm vindo a trabalhar com os técnicos da Uber no desenvolvimento dos modelos XC90 que serão fornecidos a esta empresa que, posteriormente, irá incorporar as suas próprias tecnologias de condução autónoma.
Estamos muito satisfeitos com a extensão da nossa parceria com a Volvo. Este novo acordo coloca-nos no caminho certo com vista à produção, em escala, de veículos com condução autónoma” – Jeff Miller – Head of Auto Alliances – Uber.

Ao mesmo tempo que irá fornecer à Uber estes automóveis, a Volvo irá utilizar o mesmo veículo base no desenvolvimento do seu próprio sistema de condução autónoma. Prevê-se que o seu primeiro automóvel completamente autónomo chegue ao mercado em 2021.

A Volvo tem sido pioneira no desenvolvimento de tecnologias que contribuam para a condução autónoma. A empresa sueca pretende continuar nesta senda que culminará na diminuição do impacto climático associado à redução do tráfego, do consumo de combustíveis e consequentemente na diminuição da poluição causada pelos automóveis. A condução autónoma é ainda um elemento de crucial importância para a concretização da sua Visão 2020 na qual ninguém perderá a vida ou ficará gravemente ferido num novo Volvo a partir desse ano.

 

Link permanente para este artigo: https://pelaestradafora.com/2017/11/volvo-vai-vender-24-mil-veiculos-autonomos-a-uber/

Deixar uma resposta