«

»

Fev 15

Imprimir Artigo

Roubo de jantes deixa carros “apeados”

Estamos em época má para quem tiver um carro equipado com jantes especiais e que o tenha que deixar estacionado na rua. O número de roubos de jantes tem disparado em flecha na área do Porto, havendo uma média de 59 por dia, que resultam em carros deixados em cima de tijolos ou mesmo no chão.

A maioria das pessoas que aprecia automóveis faz questão de ter o seu carro equipado com umas jantes “bonitas”; mas neste caso isso acaba por ser contraproducente e torná-lo um alvo ainda mais apetecível para estes gangs que se têm especializado no furto de jantes e que conseguem fazer o trabalho numa questão de minutos, ao estilo das paragens de alta-velocidade nas trocas de pneus da Formula 1.

Pensa-se que em muitos casos estes furtos até já são feitos “por encomenda”; pelo que, para além da enorme frustração de chegarem ao automóvel e verem-no no chão, sem rodas, arriscam-se a não conseguir evitar outras sensações não muito melhores, sempre que passarem por um outro veículo que tenha umas jantes exactamente iguais às que tinham.

Claro que a paranóia e não ter forma de comprovar que as jantes eram mesmo vossas não ajudará; mas, não custará tentar arranjar formas de dificultar a vida aos ladrões…

 

Já que a utilização de alarmes com lança-chamas não deverá ser legal no nosso país, talvez recorrer a alarmes que possam sinalizar o dono assim que for detectado algum movimento na viatura.

Publicado originalmente no AadM

Link permanente para este artigo: https://pelaestradafora.com/2018/02/roubo-de-jantes-deixa-carros-apeados/

Deixar uma resposta